Ronda Rousey revela a verdadeira razão pela qual ela quer sair do ringue

Ronda Rousey revela a verdadeira razão pela qual ela quer sair do ringue

Encontrando um novo amor

Depois de algum tempo a mãe de Rousey, AnnMaria De Mars, encontrou um novo amor e a família decidiu voltar para a costa oeste. E como campeã mundial de Judô de 1984, De Mars sentiu que seus filhos estavam prontos também para o judô.

Embora o judô pudesse ter ajudado para a auto-estima de Rousey quando se tratava de interagir com outras crianças, na realidade, ela se apaixonou profundamente pelo esporte e passou o tempo que pôde treinando.

Do desafio de ter que prever o próximo passo de seu oponente à dinâmica e emoção do próprio esporte, Rousey já estava satisfeita.

Esteja sempre preparada

A paixão de Ronda pelo esporte se intensificou, e ela teve o apoio total de sua mãe. De fato, sua mãe até “a atacava de surpresa”, para estar sempre pronta. “Sempre preparada” foi basicamente o mantra que De Mars incutiu na mente de suas filhas para se tornarem as melhores lutadoras.

Mas, independentemente de ela ter encontrado sua paixão ou não, o ensino médio permanecia sendo o ensino médio. E os colegas de classe adolescentes de Ronda não mostraram a Rousey exatamente o mesmo apoio que ela estava recebendo em casa.

A verdadeira razão pela qual Ronda não mostra seus braços

Com o incentivo e o apoio total de sua mãe, Ronda Rousey começou a aprender judô quando tinha apenas onze anos, em 1998. No entanto, enquanto continuava seu treinamento, sofreu uma reação violenta de parte das crianças na escola.

No ensino médio, quanto mais Rousey treinava, mais musculosa ela se tornava, e isso fazia com que as crianças na escola a ridicularizaram. Ela se sentiu humilhada por seus braços musculosos e porque todo mundo gritava para ela ” se relaxar”.

Por esse motivo, mesmo no clima quente da Califórnia, ela passou a usar jaqueta com capuz de mangas compridas durante o ano todo, hábito que manteve até hoje.

Ronda era realmente ruim na escola?

Quando ela foi mais jovem, Ronda teve que superar suas dificuldades orais com ajuda de terapeutas. No entanto, ela era uma aluna brilhante e se destacava na escola em disciplinas como matemática e ciências.

De fato, Love What Matters compartilhou uma idéia que Rousey revelou sobre sua infância: “Eles queriam me colocar em uma sala de aula especial longe dos meus amigos. Eles me achavam limitada! Mas na quarta série eu estava no nível superior da minha aula de álgebra e, no ensino médio, participei do nível de superdotados.”

Portanto, a próxima grande decisão de Rousey se baseou inteiramente em sua paixão pelo esporte e não em seu relacionamento com a escola.

Sobre a escola

Não importa quantas provocações ou desconforto ela tenha recebido de seus colegas de classe na escola, Ronda não permitiu que isso a perturbasse. Ela já havia superado muito em sua vida, dentro e fora do tatame. Ela era uma lutadora, sem dúvida, e quando os Jogos Olímpicos de 2004 se aproximaram, Ronda estava à procura de um objetivo ambicioso. Ao completar seu segundo ano, ela abandonou o ensino médio e decidiu se concentrar em perseguir e alcançar seu objetivo: uma medalha olímpica.

Mas, como sua mãe se sentiria com tudo isso?

Page 2 of 24
PREVNEXT