8 legumes que você deveria comer e 8 que não deveria

Há poucos tipos de comida cujo valor nutricional é maior que o de legumes ricos em nutrientes e com poucas calorias.

A condição inquestionável dos legumes enquanto comida saudável existe há anos. Por várias gerações, mães têm negado a sobremesa a seus filhos enquanto eles não terminarem de comer os legumes. Fanáticos por saúde enfiam os legumes em liquidificadores pra extrair a “deliciosa” gosma verde com gosto de terra. Nutricionistas insistem que comamos no mínimo de três a cinco porções de legumes diariamente.

- Anúncio -

Após anos de glorificação dos legumes, ficamos surpresos em descobrir que nem todos são tão saudáveis quanto pensávamos. Na verdade, há diversos legumes que é melhor que você evitar.

Claro, tenha em mente que até os legumes menos saudáveis provavelmente são melhores que, digamos, um bolinho frito no óleo ou um bocado de queijo processado. Mas na hora de escolher entre legumes, é útil saber quais podem promover o maior impacto nutricional, bem como quais podem te colocar em risco de desenvolver problemas gastrointestinais, dores de barriga ou pior.

Coma: Rabanetes

Se você está procurando por um legume tão apetitoso quanto nutritivo, rabanetes certamente não vão desapontá-lo. Além de ser suculenta e cheia de sabor (doce ou pungente, dependendo do tipo de rabanete), essa raiz é extremamente versátil, utilizada em tudo de saladas a ensopados. Está com pouco tempo? Corte seus rabanetes rapidamente e coma-os crus, é um lanche super simples. “Eu gosto do sabor quase amargo e levemente picante de rabanetes frescos”, Matt Bolus, diretor executivo da The 404 Kitchen em Nashville, me contou. “Para equilibrar esses sabores, eu gosto de comê-los com ricota fresca, mel e azeite de oliva.”

Eles são ricos em fibras e têm poucas calorias e carboidratos, então vá em frente e coma.

- Anúncio -

×
Ant.1 De 16
- Anúncio -