37 descobertas que arqueólogos não conseguem explicar

2. Mapa de Piri Reis

37 descobertas que arqueologos nao 02

Em 1513, o almirante e cartógrafo otomano Piri Reis compilou um mapa-múndi retratando com alguma precisão continentes e litorais que acreditava-se ainda não descobertos na época. Mais notavelmente, o mapa retratava o continente da Antártica (descoberto em 1818) como era há centenas de anos.

O mapa de Piri Reis descreve o continente da Antártica antes de ser coberto de gelo. Isso levou alguns pesquisadores a teorizarem que conhecimentos avançados foram transmitidos por uma civilização marítima pré-histórica. Curiosamente, a Antártica e a América do Sul são retratadas com uma conexão entre os continentes.

3. A Moa do Monte Owen

37 descobertas que arqueologos nao 03

Uma descoberta assustadora do que parecia ser a garra de um monstro foi feita nas cavernas do Monte Owen, na Nova Zelândia, há três décadas. A garra, parecida com a de um dinossauro, pertencia a uma moa (uma ave pre-histórica) mumificada de 3.300 anos de idade.

As moas parecem com as emas da atualidade, só que muito maiores. Algumas das espécies de moa chegavam a mais de três metros de altura. Análises de DNA sugerem que a primeira moa apareceu há aproximadamente 18.5 milhões de anos. Recentemente, cientistas demonstraram interesse em reviver a espécie, através da extração de DNA dos restos descobertos.